terça-feira, 21 de dezembro de 2010

PALMITO TUZINO

Durante oito anos, Tuzino aguardou que através do trabalho de polinização das flores pelas abelhas, ocorresse naturalmente o casamento que imaginou ao plantar uma muda de juçara ao lado de uma de açaí.
"Queria chegar a um palmito economicamente viável, justamente para proteger as palmeiras nativas da extinção", conta. Para ele, o surgimento do híbrido foi um "milagre" atribuído ao delicado trabalho das abelhas: "A flor fêmea do açaí recebe o pólen do juçara e ocorre a hibridação natural."
A nova palmeira cresce mais e em menor tempo do que as naturais, perfilha como o açaí - ou seja nascem diversos troncos - e tem o sabor e a cremosidade do juçara.
Além disso, suas fibras são flexíveis e ótimas para confecção de artesanato, enquanto as do juçara e açaí quebram facilmente.
Com a utilização deste Híbrido, o Juçara e o Açaí ficam protegidos lá na mata.


Na foto o meu amigo Sr.Joaquim, que é uma pessoa muito querida, plantando o Palmito Tuzino, bem a margem do Rio da Onça, que está cheio devido as chuvas.
Plantio feito na Fazenda Monte Alegre, dos meus amigos Ricardo e Letícia.
A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Meio Ambiente distribuiu 500 mudas do Palmito Tuzino a proprietários de fazendas, sítios, chácaras. Também plantou no Parque Ambiental, Jardim da Matriz e
Centro Ambiental.

Temos feito várias pequenas intervenções em nossa cidade, como esta, fazendo uma amostragem do que acontecesse de moderno por aí, visando sempre proteger a natureza e enaltecer o lado educativo.

Falei com o Sr.Tuzino para encomendar as mudas e ele na altura dos seus 86 anos, disse-me:
1. Amo a DEUS.
2. Faço o que gosto
3.Tenho amigos

Nenhum comentário:

Postar um comentário