segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Maior criadouro de animais silvestre do Brasil

Criadouro Poços de Caldas

O empresário Moacir de Carvalho Dias é seguramente o maior expoente na preservação de aves raras ameaçadas de extinção no Brasil. Em sua fazenda, em Poços de Caldas-MG, conseguiu desenvolver técnicas de reprodução em cativeiro de inúmeras espécies que, posteriormente, são devolvidas em seu habitat natural. Cit.Dalgas Frisch - Aves Brasileiras.

Visitando o Cridouro do Sr. Moacir, produzi este video. Por ser amador, a qualidade não ficou satisfatória..
Porém, dá para se ver a beleza dos mutuns, araras, pombos...




video


 
História do Criadouro
 
O criadouro Poços de Caldas, maior criadouro de animais silvestre do Brasil, localizado em Poços de Caldas, possui cerca de 4000 aves de 325 diferentes espécies mantidas em longos viveiros de alvenaria, recintos abertos e possui grandes lagos onde nadam, lado a lado, os cisnes europeus e os, cada vez mais raros, cisnes brasileiros.
Seu proprietário atual, também é seu fundador, que milita a muitos anos em causas conservacionistas dedicando-se pessoalmente em tempo integral ao perfeito funcionamento de todo o criatório com a preocupação de estar usando a melhor tecnologia existente na manutenção do mesmo.
A paixão pelas aves começou muito cedo na vida de Moacyr Dias: ele conta que ainda criança, aos 6 anos, montava viveiros de taquara para as saracuras e inhambus que capturava e que ficava estudando. Ao longo de toda a vida, Moacyr sempre manteve viveiros com algumas aves, estudava a sua reprodução, testava a melhor forma de alimentá-las e de oferecer material para a fabricação do ninho. Mas isso não atrapalhou sua vida profissional, voltada para a indústria de laticínios que, certo momento procurou a Danone, na França e conseguiu trazer a tecnologia de produção de iogurtes para o Brasil. Os franceses, em pouco tempo, convenceram-se do imenso potencial do país e tornaram-se líderes de mercado, até hoje.
Em 1994, a já então Danone do Brasil, ampliando, adquiriu 40 % e depois o restante das ações de Moacyr e de seus familiares e amigos.
Depois de 52 anos trabalhando com laticínios, Moacyr Dias se viu bem estabilizado e com tempo suficiente para se dedicar à sua paixão, a criação de aves silvestres.

Em 1980, Moacyr comprou  umas terras na mesma rua onde fica a fábrica da Danone. Nos seus 13 ha  montou os primeiros viveiros para criar tinamídeos, perdizes, codornas e zabelês. Numa nova etapa, começou a reproduzir também psitacídeos, muitos dos quais os papagaios mais ameaçados. Com o passar do tempo, adotou modernas técnicas para melhorar a reprodução e o bem estar das aves, como separação das aves por casal em viveiros menores e com solário, música nos corredores para mantê-las calmas, entre outros.
Em agosto de 1999, recebeu de um criador, através do IBAMA, 10 casais de Mutum de Alagoas, aves descendentes de um grupo de 3 espécimes, as últimas de seus semelhantes não ocorrem mais em liberdade. Extintas em seu bioma original.  
Separando os casais, começaram a por ovos, chocados em chocadeiras artificiais, e hoje o sítio possui perto de 80 Mutuns, aves estas motivo de vários estudos e convênios com universidades e com o Instituto Chico Mendes. No momento, está em andamento um trabalho científico para o mapeamento por DNA de toda a população existente. Através deste trabalho, programar-se-ão cruzamentos ideais para tornar o grupo mais viável e possivelmente no futuro teremos um sonho realizado ao poder devolver às matas do Nordeste, tão nobre ocupante.
Outra característica do criadouro, é o seu lado cultural e educativo. Mantendo anotações de tudo que é realizado, desta forma, através do seu banco de dados pode contribuir com a manutenção de diversas espécies.
Há o trabalho de desenvolvimento de algumas rações específicas para animais que ainda não haviam sido mantidas no Brasil.
O criatório tem produzido alguns artigos científicos e através de convênios com universidades, vem treinando biólogos e veterinários que abraçam questões conservacionistas.
Desta forma, como acima descrito, o criadouro Poços de Caldas, tem feito a sua parte social, distribuindo conhecimento e contribuindo com a cultura e preservação no Brasil.
Atualmente, Moacyr de Carvalho Dias é considerado pelo IBAMA e pelo Instituto Chico Mendes, o maior criador de aves silvestres do Brasil.
                        
Através do mesmo interesse, a paixão por pássaros, nasceu uma amizade entre duas famílias, os Carvalho Dias e KOOIJ, da Holanda - “Waterfowl Breeding Farm”.
Recentemente, os KOOIJ entrou para o quadro com a finalidade de unir forças e participar no Criadouro de Moacyr e assim poder continuar com esta linda coleção.
 
Esta família têm reproduzido aves por quatro gerações e tem tido ótimos resultados na reprodução e muita experiência em importação e exportação de aves em todo o mundo.
Fonte:Google:Criadouro Poços de Caldas.

3 comentários:

  1. Olá, gostaria de saber como é possível visitar este criadouro. Entrei no site, mas não encontrei e-mail para contato. Pode me responder no e-mail >beladadauto@gmail.com<, por favor. Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Lindo seu trabalho! Parabéns e que seu exemplo seja seguido!

    ResponderExcluir
  3. Realmente é maravilhoso o trabalho do Sr. Moacir; somente para curiosidade o Sr. Moacir foi padrinho de casamento do meu bisavô (Sr. Zezé Moreira).

    ResponderExcluir