quarta-feira, 11 de maio de 2011

Danaus plexippus

Família: Nymphalidae
Sub-Família: Danainae
Planta Hospedeira:Asclepias curassavica

Biologia:
Alcança 9,5 cm de envergadura. Seu voo geralmente é baixo e lento, em lugares abertos.Tem hábitos migratórios. Os ovos são postos nos botões das flores ou sob as folhas na planta tóxica oficial de sala ( Asclepias curassavica ) Ao e eclodirem as lagartas possuem listas amarelas e pretas e se alimentam das folhas da planta tóxica, tornando se impalatáveis, mesmo na forma adulta, a predadores como pássaros; porém, continuam suscetíveis ao ataque de certas espécies de vespas e principalmente de moscas parasíticas. A criação requer cuidados com doenças, pois as lagartas são muito suscetíveis a viroses. Deve-se tomar cuidado também com a coleta de lagartas grandes no campo, provavelmente parasitadas por moscas parasíticas da família Tachinidae. Uma bela borboleta que não pode faltar ao borboletário.
Citação - Borboletas - Evoneo Berti Filho e João Angelo Cerignoni.



Foto que fiz no Centro Ambiental,  a identificação foi feita pelo meu amigo João Angelo Cerignoni,  autor do Livro Borboletas citado acima


Lagarta


Borboletas de Arceburgo - Numero 4

Nenhum comentário:

Postar um comentário